desemprego

Brasil perde 332 mil postos de trabalho formal no mês de maio, aponta Caged

No acumulado dos cinco primeiros meses do ano, foram encerrados 1.144.875 postos, na série com ajustes

POR: InfoMoney
Governo estima aumento de 150 mil pedidos de seguro-desemprego
Agência Brasil

 De acordo com dados do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta segunda-feira (29), o Brasil fechou 331.901 empregos com carteira assinada em maio.

O resultado é a diferença entre as contratações, que somaram 703.921, e as demissões, que totalizaram 1.035.822, em meio aos efeitos da pandemia do novo coronavírus na atividade, conforme dados foram divulgados pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia.

No acumulado dos cinco primeiros meses do ano, foram encerrados 1.144.875 postos, na série com ajustes.

Apesar de representar um fechamento nas vagas de trabalho, o resultado foi melhor do que o registrado em abril, quando o país fechou 860,5 mil vagas, o pior resultado para um mês na série histórica, que teve início em 1992. Até então, o pior mês tinha sido dezembro de 2008, com o fechamento de 695.361 vagas.

Brasil Caged carteira de trabalho Desemprego Trabalho formal

Veja Também

Comentários