POLÍTICA

Após ação de Marx Beltrão, ministro da Saúde se reúne com Dr. Hemerson Casado

Encontro ocorre no dia 7 de abril

POR: Assessoria
O coordenador da bancada alagoana no Congresso Nacional, deputado federal Marx Beltrão (PSD)
Assessoria

O ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta recebe em Brasília, no dia 7 de abril, o médico alagoano Hemerson Casado. Na pauta do encontro, uma causa nobre: a possibilidade de que o Brasil receba o estudo israelense “Astro X”, iniciativa de vanguarda mundial no combate a ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica).

A agenda no ministério da saúde foi viabilizada pelo deputado federal Marx Beltrão (PSD). “Quando vi o abaixo assinado virtual, e sobretudo diante da luta incansável do Dr. Hemerson, não tive dúvidas em apoiar esta causa. Não somente busquei sensibilizar o ministro, como acompanharei este bravo alagoano neste encontro. A luta do Dr. Hemerson é exemplar e tem meu apoio e solidariedade”, afirmou Marx Beltrão.

O abaixo assinado ao qual se refere Marx Beltrão já tem mais de 195 mil assinaturas virtuais. Ensaios clínicos do projeto “Astro X” já estão sendo realizados e coordenados pelo Laboratório Kadimastem, em Israel. O estudo consiste em utilizar células-tronco de embriões para tratar a ELA – doença rara e sem cura que afeta 14 mil brasileiros. A meta de Casado e trazer esta pesquisa para o país.

A ELA ou Esclerose Lateral Amiotrófica  é uma doença que afeta o sistema nervoso de forma degenetariava e progressiva e acarreta em paralisia motora irreversível. Pacientes com a doença sofrem paralisia gradual e morte precoce como resultado da perda de capacidades cruciais, como falar, movimentar, engolir e até mesmo respirar. O físico britânico Stephen Hawking, morto em 2018, foi um dos portadores mais conhecidos mundialmente da ELA.

Ela Esclerose Lateral Amiotrófica Hemerson Casado Luiz Henrique Mandetta Marx Beltrão

Veja Também

Comentários