INFÂNCIA

Novo Referencial Curricular de AL garante desenvolvimento da criança de forma integral

Em ação que contempla o Cria e o Escola 10, com adesão de 100% dos 102 municípios alagoanos, educadores recebem formação continuada

POR: Agência Alagoas
Novo Referencial Curricular de AL garante desenvolvimento da criança de forma integral
Agência Alagoas

Lançado oficialmente neste mês de agosto, o Referencial Curricular do Estado de Alagoas da Educação Infantil e Ensino Fundamental reúne as competências e habilidades essenciais a serem desenvolvidas nas escolas e servirá de subsídio para as unidades reelaborarem seus currículos, sendo implementado a partir de 2020.

O documento, disponível para consulta nos sites da Escola Web (www.escolaweb.educacao.al.gov.br) e da Secretaria de Estado da Educação (www.educacao.al.gov.br), traz uma novidade ímpar: a inclusão da Educação Infantil integrado ao Referencial da Educação Básica. Até então, as edições anteriores do Referencial Curricular traziam a Educação Infantil apenas no âmbito da Educação Indígena – o qual é competência do Estado. O documento atual abrange a Educação Infantil como um todo, podendo ser adotado também pelas redes municipais e particulares de ensino.

Com o intuito de implementar o currículo nas respectivas redes e escolas até 2020, uma ação contemplada nos programas Escola 10 e Criança Alagoana (Cria), com adesão de 100% dos 102 municípios alagoanos, promoveu formação continuada para educadores por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Realizado nesta quinta-feira (29), a formação ocorreu na Escola Estadual José Correia da Silva Correia Titara, no Cepa.

Presente ao evento o superintendente de Políticas Educacionais da Seduc, Ricardo Lisboa Martins, falou da importância da formação. “A educação infantil hoje é desenvolvida nos municípios em grande maioria: no Estado, apenas com as escolas indígenas. E considerando a importância desta modalidade, o Estado apoia os municípios no sentido técnico, para que estes possam desenvolver uma educação infantil de qualidade. Nesta nova perspectiva do Referencial Curricular, que traz objetivos e direitos de aprendizagem, entendemos que o desenvolvimento das crianças deve ser de forma integral e integrada. É por isto que as Secretarias da Educação [Seduc], da Saúde [Sesau] e da Assistência e Desenvolvimento Social [Seades] estão inseridas no programa Cria. Vamos acompanhar o estágio de desenvolvimento desta criança e como estas ações, observadas como diretrizes do Cria, podem ser trazidas para a implementação do Referencial”, explica Ricardo.

Formação Continuada - De acordo com a supervisora da Educação Infantil e Ensino Fundamental da Seduc, Marcia Susana Lima, a formação está dividida em etapas. Neste primeiro momento, contemplou regiões com escolas indígenas e trouxe como tema “Referencial Curricular de Alagoas da Educação Infantil: Formação Integral da Criança e Ludicidade”, trilhando estratégias didático-pedagógicas para os campos de aprendizagem. Este mesmo conteúdo será trabalhado no dia 12 de setembro, para os demais municípios.

“Este momento é de conhecer o território, que é uma das propostas do nosso referencial: conhecer, dialogar e fortalecer os valores e os saberes que cada localidade tem, do Sertão ao Agreste, da Zona da Mata ao Litoral e toda Região Metropolitana. Estes saberes poderão ser ampliados a partir destes diálogos entre territórios, possibilitando, de fato, essa compreensão da diversidade, da beleza e da riqueza que é a educação alagoana, iniciando na educação infantil, fortalecendo parcerias pensando no desenvolvimento integral de fato desta criança em Alagoas”, considera Susana.

currículo Escola 10 Escola Web

Veja Também

Comentários