Ginásio Leopoldinense

Prefeito de Colônia Leopoldina inaugura ginásio do Estado sem obra ser concluída

Gestor alegou que convidou governador e secretário

POR: 7 Segundos
Prefeitura providenciou placa para descerrar em cerimônia: "Mas eu botei o nome do governador e do vice", alega prefeito
Redes sociais /Reprodução

Domingo foi um dia de festa no município de Colônia Leopoldina. O Ginásio Poliesportivo Leopoldinense foi reinaugurado com pompa e festa. Houve descerramento de placa e discurso empolgado do prefeito Manuilson Andrade (PSDB), só não teve a presença de representante dos responsáveis pela execução da obra, o Governo do Estado. O governador Renan Filho (MDB) e o vice, Luciano Barbosa (MDB), que também é titular da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), não receberam convite para a festa.

E eles sequer esperavam por isso, já que a obra não está concluída de fato. Apesar de a quadra e as arquibancadas já terem sido restauradas, os banheiros, por exemplo, não foram finalizados. Para não estragar a festa,  foram mantidos interditados durante a solenidade de domingo. 

O Ginásio Leopoldinense pertence à Escola Estadual Aristeu de Andrade e faz parte do projeto da Secretaria de Educação para reformar e construir espaços poliesportivos em todas as unidades de ensino da rede estadual em Alagoas. Ao todo, 52 ginásios foram construídos e outros 19 passaram por reformas na atual gestão, sem contar os que estão em obras neste momento. Em todas as obras concluídas, Renan Filho ou Luciano Barbosa compareceram à solenidade de inauguração.

Os moradores e até mesmo alguns servidores acharam estranha a solenidade sem a presença de representantes do governo estadual. Nas redes sociais algumas pessoas pedem que o município "corrija" o mal-entendido", mas fora delas há quem relacione o evento às eleições municipais, que acontecem ano que vem.

O prefeito Manuilson Andrade falou com o 7Segundos e disse ter encaminhado convite para o Governo do Estado, "mas eles não apareceram", afirmou. Ele alegou também que a solenidade não foi uma reinauguração - mesmo confirmando que houve descerramento de placa - e que tomou a decisão de entregar o ginásio.

"Mandamos convite para todo mundo e não foi uma inauguração, foi uma pintura, uma reforma. Os jovens estavam loucos para praticar esportes e eu não iria esperar mais. Entreguei, mas não teve inauguração, não tinha nem população presente, só os times que iriam jogar", afirmou.

Manuilson Andrade afirmou que os nomes do governador e do vice-governador foram colocados na placa que foi providenciada pela prefeitura e disse considerar que a entrega de um ginásio para os estudantes da rede estadual, um evento "muito pequeno" para o Estado. Mas mesmo assim, reiterou ter encaminhado convites.

"A gente sempre convida para os eventos da nossa cidade, mas ninguém aparece. Nas festividades do aniversário de emancipação, convidei governador, vice-governador, senadores, deputados, mas ninguém apareceu. A gente vive em uma região de divisa e às vezes parece que nem estamos em Alagoas. A gente se sente só e vivemos uma luta para salvar a vida dos jovens envolvidos com drogas", declarou o prefeito.

A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Estado da Educação e, conforme o combinado com a assessoria de imprensa, encaminhamos as perguntas por e-mail. Até o fechamento da matéria, não foi enviada resposta.

Colônia Leopoldina ginásio poliesportivo Governo do Estado Prefeitura de Colônia Leopoldina reinauguração

Veja Também

Comentários