SETE DIAS

Mistério toma conta de desaparecimento de idoso em Maragogi

Seu Catita desapareceu no dia 05 de agosto

POR: Maurício Silva
Mistério toma conta de desaparecimento de idoso em Maragogi
Cortesia

Um mistério toma conta de Maragogi há uma semana: um agricultor saiu para trabalhar na roça na última segunda-feira (05) e no retorno para a casa simplesmente sumiu no povoado São Bento. Os familiares relatam desespero por notícias do senhor Cícero Benedito dos Santos, de 69 anos de idade, mais conhecido como “Seu Catita”. Hoje (12) faz uma semana que o idoso desapareceu.

A esposa, os 16 filhos e os mais de 30 netos estão totalmente desesperados para saber o paradeiro do patriarca da família. Cícero Benedito dos Santos foi trabalhar no sítio Catende de manhã e por volta das 17h do dia do desaparecimento um vizinho o viu voltando com a enxada e um saco de macaxeira durante o trajeto, mas não ele chegou em São Bento. A roça fica a apenas cerca de 10 minutos a pé até a residência do agricultor.

O delegado da Polícia Civil, Ailton Soares Prazeres, já está investigando o misterioso caso que vem intrigando a população de Maragogi, mas até hoje não se tem notícias concretas do paradeiro de Seu Catita. Para completar o mistério, parentes afirmam que ele estava bem de saúde e não tinha rixa com ninguém.

O Neto Willames Santos da Silva, de 23 anos, disse que o desespero é total na família. “Estamos todos desesperados. A esposa dele não estava bem de saúde e teve que ir para a casa de outros familiares. Ninguém está trabalhando na nossa família por conta das buscas que iniciam logo cedo, mas até hoje não temos notícias”, declarou.

Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e até cães farejadores foram usados nas buscas, mas até agora sem sucesso. O homem simplesmente sumiu diante do poucos metros da sua residência. Quem tiver informações pode ligar para o número de telefone: (82) 981303554 ou ligar para 181 da Polícia Civil.

Galeria de Fotos


agricultor desaparecido idoso desaparecido Maragogi São Bento

Veja Também

Comentários