FESTANÇA

São Miguel dos Milagres completa 59 anos de emancipação com vasta programação

Festa ocorre no dia 7 de junho

POR: Assessoria
São Miguel dos Milagres completa 59 anos de emancipação com vasta programação
Cortesia

Dia 7 de junho é uma data importante no calendário do município de São Miguel dos Milagres. Marca o dia do aniversário da cidade, uma data que não importa o dia da semana que caia, é uma oportunidade de trazer de volta todos os seus munícipes que moram distante, mesmo em outros Estados. Nessa quinta e sexta-feira, com a cidade ainda mantendo 80 por cento de ocupação em sua rede hoteleira, centenas de moradores devem participar durante os dois dias de uma extensa programação religiosa, cultural e política. 

E tudo começa nessa quinta-feira, dia 6, com uma noite inteira dedicada ao gospel. A partir das 18h30 na Praça da Igreja Nossa Senhora Mãe do Povo culto e show gospel com a pregação do pastor Ricardo de Oliveira. Em seguida apresentação musical com o cantor Irisvaldo Silva e grande show de encerramento com a cantora Cristina Mel.

Na sexta, dia do aniversário, tudo começa às 6 da manhã com a tradicional salva de tiros seguida pela alvorada com banda pelas ruas da cidade. As 8 da manhã tem hasteamento da bandeira em frente à sede da prefeitura, as 9 café regional para a população, as 10 horas missa solene na Igreja Nossa Senhora Mãe do Povo e as 11 horas aniversário da cidade com o corte do bolo na praça central.

A partir de 11h30 começam as inaugurações: instalação do centro de fisioterapia, entrega da reforma do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, Instalação da Secretaria de Assistência Social (Criança Feliz), apresentação da nova sede da Associação dos Jangadeiros, pavimentação da Travessa Antônio Buarque Braga, da Travessa Francisco Lima e da Travessa do Conjunto Benedito Farias. Segue com a entrega simbólica do Centro Gastronômico, da reforma da avenida da praia e entregas de ambulâncias e a instalação de iluminação em led em todo o município.

Segue com a reforma do Clube Municipal e do Ginásio de Esportes, ampliação dos cemitérios de São Miguel e de Porto da Rua, instalação do prédio do CRAS, do SAAE e da Vigilância Sanitárias/Endemias, instalação do prédio da Procuradoria e da caixa de água do povo do Riacho. Enceramento com a instalação da Estação de Tratamento de efluentes.

A noite, dando continuidade aos shows que começaram na quinta-feira, com apresentação da cantora Cristina Mel e Irisvaldo Silva, a praia de São Miguel recebe as bandas Magníficos e Arreio de Ouro.

A colonização de São Miguel dos Milagres teve inicio durante a invasão holandesa. O motivo da ocupação do município deveu-se em grande parte a economia açucareira da região. Na época da invasão a região que hoje é chamada de São Miguel dos Milagres serviu para holandeses, portugueses e espanhóis como ponto de observação para uma extensa área de terra até o mar. Com o tempo foi possível avistar no local, a formação de engenhos.

Grande parte da formação da população de São Miguel dos Milagres se deve a muitos que fugiram durante a invasão holandesa em Porto Calvo, como os portugueses, os escravos e índios. A colina que serviu de refúgio para os fugitivos de Porto Calvo, foi construída no ano de 1900 e ficou conhecida como Cruzeiro de São Miguel dos Milagres, lugar onde possui uma vista deslumbrante, onde é possível avistar o mar de seu azul-turquesa.

A igreja do município também serviu de refúgio para os portugueses, escravos e índios. Os fugitivos construíram abrigos na igreja Mãe do Povo (Nossa Senhora Mãe do Povo), que se encontra até hoje, localizada alguns metros de distância da colina do cruzeiro. As imagens vistas na igreja são todas de madeira de lei trazida de Portugal. As paredes tiveram sua construção formada por pedras. Já houve a queda do teto duas vezes, no entanto, em nenhum desses acontecimentos, as paredes foram abaladas.

emancipação política Igreja Nossa Senhora Mãe do Povo São Miguel dos Milagres

Veja Também

Comentários