DEBOCHE

[Vídeo] Brincadeira de 'médico' receitando cachaça em posto de saúde revolta Matriz de Camaragibe

Caso ocorreu no conjunto Cícero Cavalcante

POR: Maurício Silva
Falso atendimento médico revoltou população de Matriz de Camaragibe
Reprodução

Atualizado às 12h55

Uma brincadeira de mau gosto revoltou os moradores de Matriz de Camaragibe: duas  pessoas brincam de atendimento médico na Unidade Básica de Saúde (UBS) Mariano Teixeira, no conjunto Bom Jesus “conjunto Cícero Cavalcante”. O caso ocorreu na última sexta-feira, dia 31 de maio. O “médico” acabou receitando cachaça para o “paciente”.

Eles ainda tiveram a ousadia de gravar um vídeo do falso atendimento. A revolta da população é ainda maior, por conta, que segundo os moradores, naquela sexta-feira não tinha médico na unidade de saúde e a brincadeira foi vista pela comunidade como deboche.

No vídeo, os dois homens estão no posto e começam o atendimento. O “paciente” diz que está doente e vem pedir um atestado médico para ficar de folga no trabalho e o “médico” faz os questionamentos. O paciente se identifica como “José Roberto da Silva” e se diz morador do conjunto Cícero Cavalcante.

O “médico” finge anotar tudo receituário e no computador da sala de atendimento. O “doutor” então oferece um remédio ao “doente” e para a surpresa: o medicamento é a famosa cachaça Pitú. O “paciente” toma a bebida alcoólica e seguida recebe a “receita” e o “atestado” do falso médico.

Antes de encerrar o “atendimento”, o “médico” aproveita e também pede a cachaça que foi oferecida como remédio ao paciente.  Os dois se despedem do “atendimento” e o “doutor” diz que o “paciente” está liberado para beber álcool novamente.

Pelas imagens, moradores de Matriz de Camaragibe informaram que os envolvidos no vídeo são um agente de saúde e o outro é funcionário administrativo da Prefeitura Municipal. A população afirmou também que neste domingo (2) também não tinha médico no Hospital Municipal Luiz Arruda e os pacientes tiveram que se deslocarem até o município de Porto Calvo.

O 7Segundos entrou em contato com assessoria de comunicação da Prefeitura de Matriz de Camaragibe desde a noite deste domingo (2) para obter respostas do governo municipal e às 12h33 a Prefeitura Municipal enviou a seguinte nota:

A Prefeitura de Matriz de Camaragibe após tomar conhecimento do acontecimento, notificou a Secretaria de Saúde do Município que averiguou o caso e identificou o funcionário envolvido com o vídeo que causou o tumulto dos últimos dias. Informamos que apenas um cidadão que fez parte do vídeo pertence ao quadro do funcionalismo municipal. A Secretaria Municipal de Saúde não admite quaisquer atos de funcionários municipais, dentro do seu respectivo setor de trabalho, que atente contra o respeito, integridade e responsabilidade à que tratamos todos os nossos munícipes. Diante do acontecido infeliz, de imediato, a Secretaria de Saúde do Município desligou o funcionário do exercício de suas funções. Serão tomadas todas as medidas cabíveis e legais para que o funcionário responda por sua ação. Sobre a ausência médica na unidade básica de saúde, informamos que a profissional responsável pela unidade de saúde esclareceu que teve problemas de cunho pessoal e por esse motivo não pôde comparecer ao serviço. Um falta justificada. No entanto, a equipe de trabalho informou aos usuários o dia em que a médica não poderia se fazer presente. Compreendemos o anseio da comunidade e já normalizamos a situação.

Confira o vídeo na íntegra:

 

Conjunto Cícero Cavalcante Matriz de Camaragibe Médico paciente Prefeitura de Matriz de Camaragibe

Veja Também

Comentários