MEIO AMBIENTE

São Miguel dos Milagres vai inaugurar 1ª estação de biotecnologia para esgotos

Inauguração está agendada para o dia 7 de junho de 2019

POR: Assessoria
São Miguel dos Milagres vai inaugurar 1ª estação de biotecnologia para esgotos
Assessoria

Na próxima sexta-feira, dia 7 de junho, São Miguel dos Milagres vai inaugurar a primeira estação de biotecnologia para tratamentos de efluentes do Brasil. A estação, que estava servindo de modelo para estudantes da UNIT, em Maceió, enfim chegou à cidade na manhã de hoje. O dia 7 de junho é uma data importante no calendário, pois o município completa 69 anos de emancipação. Assim a cidade passa a ser o primeiro município do Brasil a implantar um projeto revolucionário e futurístico, colocando em funcionamento a primeira estação de biotecnologia para tratamento de esgotos urbanos.

O projeto piloto, aprovado pelo prefeito Rubens Ataíde e pelo trade turístico, servirá de modelo para que num futuro próximo toda a área urbana seja contemplada com as estações. Até terça-feira, a estação já estará instalada no local, na Rua Lamenha Couto, no centro da cidade, beneficiando, a princípio, as 30 residências da rua, num total de 120 pessoas, que é a capacidade da estação. A parceria entre a empresa responsável, a Essencial, e a Prefeitura, é no sistema de comodato através de um acordo de cooperação técnica para instalação de uma planta piloto, até que o município possa fazer a aquisição total da estação.

´´Temos um município que está recebendo cada vez mais investimentos turísticos, com pousadas de charme e redes de hotéis que querem se instalar por aqui. O turismo procura não somente praias bonitas e pousadas chiques, mas um munício organizado, com coleta de lixo e saneamento básico. Então vamos servir de piloto e testar essa tecnologia em uma rua da cidade para ver o resultado. Pelo que ouvi de relatos, o sistema realmente funciona´´, explicou o prefeito Rubens Ataíde.

O diretor de obras do município, Kenny Wilson, responsável pela ação que resultou na ida da estação, acredita ser o primeiro passo para sanar todo o município das indesejáveis línguas negras das cidades. ´´Essa biotecnologia, que utiliza membranas nano-cerâmica, pode ser usada em qualquer cidade, não importa a população, pois tem sua aplicação no tratamento de esgoto doméstico, bem como propicia a coleta e o tratamento do esgoto em áreas de difícil acesso´´.

O professor Marcius Omena, engenheiro sanitarista e ambiental, consultor e professor do Centro Universitário Tiradentes, responsável pela entrada no Brasil da BioGill, empresa de tecnologia australiana, explica que ´´aplicando a Biogill neste projeto teremos os seguintes benefícios: tratamento eficaz do material biológico (fezes e urina), tratamento de óleos e graxas até 100 mg/L, baixo custo de energia elétrica, baixo custo de operação, baixo nível de odor,  compatibilidade com uso de energia solar e grande possibilidade de reuso da água de caráter não potável´´.

esgotos esgotos urbanos estação de biotecnologia São Miguel dos Milagres

Veja Também

Comentários