GREVE NACIONAL

Servidores do Ifal Maragogi paralisam atividades nesta quarta-feira

Paralisação é por conta do movimento nacional

POR: Maurício Silva
Ifal Maragogi paralisa atividades nesta quarta-feira
7Segundos

Os servidores do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), campus Maragogi, localizado às margens da rodovia AL 101 Norte, no distrito Peroba, decidiram paralisar as atividades na instituição nesta quarta-feira (15). O motivo da paralisação é devido à adesão dos servidores à greve nacional pela educação. No dia 15 de maio haverá paralisação em todo o Brasil.

Os funcionários da instituição federal sediada em Maragogi enviaram um comunicado nesta terça-feira (14) aos pais, mães e responsáveis informando sobre a paralisação que ocorre nesta quarta-feira (15). O Ifal campus Maragogi recebe alunos de toda a região Norte de Alagoas e é a maior instituição de ensino da região. As atividades serão retomadas na quinta-feira (16).

O motivo da greve do dia 15 de maio é devido aos recentes cortes (chamados de “contingenciamento”) na educação pública federal atingem os institutos federais, universidades e escolas federais de todo o país. Segundo dados do Ifal, a instituição sofreu um corte de 36,89% no orçamento.

Os servidores do Ifal alegam que a redução está afetando direta e indiretamente todos os estudantes e servidores, incluindo o risco de demissões de muitos dos funcionários terceirizados. Os funcionários dizem que o dinheiro cortado significa a redução ou fim de muitas oportunidades que a instituição oferece aos estudantes, como as bolsas de monitoria, pesquisa e extensão, viagens técnicas e esportivas com bolsa e auxílios de custeio. Eles afirmam também que estão ameaçados os diversos cursos de extensão que o instituto oferece à comunidade de forma gratuita.

Dia 15 de maio

Em todo o território brasileiro vai haver esse dia de greve e luta pela educação. Professores, técnicos, estudantes e todas as pessoas que amam e respeitam a educação estarão nas ruas de suas cidades exigindo o fim desses cortes que tanto ameaçam a própria existência e funcionamento da educação pública federal.

campus Maragogi greve nacional Ifal Ifal Maragogi paralisação

Veja Também

Comentários