POLÍTICA

Renan Calheiros comemora retirada do Coaf de Sérgio Moro

Arthur Lira e Marx Beltrão fazem parte da comissão e votaram pela mudança.

POR: Maurício Silva
Postagem do senador Renan Calheiros no Twitter
Reprodução / Twitter

O senador alagoano Renan Calheiros (MDB) comemorou a transferência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para o Ministério da Economia. Nesta quinta-feira (9) a comissão especial do Congresso aprovou por 14 x 11 a retirada do órgão do Ministério da Justiça e Segurança Pública, do ministro Sérgio Moro, para o ministério comandado por Paulo Guedes. Arthur Lira (PP) e Marx Beltrão (PSD) fazem parte da comissão e votaram pela mudança.

O parlamentar vem fazendo várias críticas ao ex-juiz federal e ontem mesmo no Senado comentou o tema do Coaf e atacou o ministro que era um dos líderes da operação Lava Jato em Curitiba-PR. Calheiros afirmou que Sérgio Moro agia politicamente.

O senador foi ao Twitter comemorar a vitória na comissão especial. “Hoje, quinta-feira, a comissão especial deu um passo importante para evitar o uso político do Coaf. Por 14 votos a 11, aprovou a transferência do órgão para o Ministério da Economia. A decisão preserva a transparência, combate à corrupção e a lavagem de dinheiro”, postou.

Enquanto Renan Calheiros comemorou a vitória da transferência, o senador Alvaro Dias (Pode-PR) classificou o ato com um retrocesso. Na comissão mista os alagoanos titulares da comissão Arthur Lira (PP) e Marx Beltrão (PSD) votaram pela transferência para o Ministério da Economia. Mas o caso pode ser revertido no plenário.

COAF Renan Calheiros Sérgio Moro

Veja Também

Comentários