PATRIMÔNIO

Iphan entrega Fortim Bass ao município de Porto Calvo no dia 22 de março

Ministro da Cidadania, Osmar Terra, é aguardado para a solenidade

POR: Assessoria
Fortim Bass será entregue ao município no dia 22 de março
Reprodução

O Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (Iphan) se prepara para entregar a administração do Fortim Bass à Prefeitura de Porto Calvo. O ato solene de entrega está agendado para o dia 22 de março, às 14h, na histórica cidade da região Norte de Alagoas. O prefeito David Pedrosa (MDB) esteve reunido nesta quinta-feira (14) com parte da equipe para organizar a solenidade. O ministro da Cidadania, Osmar Terra, é aguardado para o evento.

A solenidade na Ilha do Guedes, também contará com a presença da presidente do Iphan nacional, Kátia Bógea. O governador Renan Filho também foi convidado para a cerimônia, que promete ser uma das mais importantes da história do município. Historiadores, arqueólogos e estudiosos também estão sendo aguardados para o evento em Porto Calvo.

O prefeito David Pedrosa disse que a prefeitura vai zelar pelo patrimônio. “Vamos cuidar com carinho desse fortim tão importante para a história do país. Um projeto será elaborado para que o local seja um ponto de atração turística para que haja um desenvolvimento econômico local”, ressaltou o gestor.

A restauração do Fortim Bass iniciou no dia 19 de novembro de 2017 e teve a primeira etapa concluída no começo de maio do ano passado com a pesquisa e montagem da estrutura da fortificação. O trabalho foi feito pela Arqueolog Pesquisas. A última fase que inclui a plantação do gramado iniciou em janeiro de 2019 e será concluída agora em março, sendo entregue ao município na sexta-feira (22).

O superintendente do Iphan em Alagoas, Mario Aloísio Barreto, informou que após todas as etapas serem concluídas vai reunir Prefeitura de Porto Calvo e Governo do Estado para viabilizar meios para a exploração turística da fortificação do período Holandês no Brasil.

O Fortim Bass

O Fortim Bass fica localizado na Ilha do Guedes, às margens do Rio Manguaba. Segundo o do Iphan, o reduto é um provável acampamento de Johannes Lichthard, um almirante neerlandês a serviço da Companhia Holandesa das Índias Ocidentais, no século 17.

No século XVII a região foi cenário de movimentações de tropas, de batalhas e de fortificações durante o embate travado entre holandeses e ibéricos pelo território brasileiro.Em Porto Calvo, entre 1637 e 1645 , ocorreram cercos e batalhas que alternaram a sua posse, até que a campanha conduzida pelo conde Maurício de Nassau, após batalha decisiva, o conquistou, expulsando as tropas ibero-brasileiras para a Bahia.

A revelação do fortim

A revelação do fortim em terra em Porto Calvo ocorreu em março de 2015 durante o 1º Fórum de Arqueologia em Alagoas Período Ibérico/Holandês, que ocorreu na cidade de Penedo. O estudo realizado pelo Iphan iniciou em 2013 e os arqueólogos fizeram diversas visitas ao histórico município do Litoral Norte de Alagoas.A pesquisa contou também com a parceria da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e da Arqueolog Pesquisas.

Galeria de Fotos


Fortim Bass Iphan osmar terra Porto Calvo rio Manguaba

Veja Também

Comentários