SEGUNDA EDIÇÃO

Vencedores do Prêmio de Jornalismo Científico serão conhecidos nesta terça

Serão premiadas as melhores produções jornalísticas sobre ciência, tecnologia e inovação de Alagoas

POR: Agência Alagoas
Nesta edição, serão premiados trabalhos em nove categorias
Agência Alagoas

Os vencedores da edição 2018 do Prêmio de Jornalismo Científico José Marques de Melo serão conhecidos nesta terça-feira (11), às 19h, durante cerimônia de premiação que acontecerá no Complexo Cultural Teatro Deodoro, no Centro de Maceió.

Serão premiadas as melhores produções jornalísticas que retrataram a importância da ciência, tecnologia e inovação na sociedade e valorizaram iniciativas nesta área. Nesta segunda edição, são nove categorias: Reportagem de TV, Jornalismo Impresso, Fotojornalismo, Radiojornalismo, Webjornalismo, Reportagem Cinematográfica, Assessoria de Imprensa e Estudante, além da categoria Especial que, este ano, tem como tema “Ciência para a redução das desigualdades”, o mesmo que foi debatido durante todo o ano e resultou na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT).

Todos os trabalhos foram avaliados por uma comissão julgadora composta por oito profissionais de comunicação, sendo sete de Alagoas e um da Paraíba.

O prêmio é promovido pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) e pelo Sindicato dos Jornalistas de Alagoas (Sindjornal), com o apoio do Parque Shopping, dos Cinemas Cinesystem e da Cooperativa Pindorama.

Homenageado

O prêmio homenageia um dos ícones do jornalismo alagoano, o professor, jornalista, pesquisador científico e consultor acadêmico José Marques de Melo. Nascido em Palmeira dos Índios, foi o primeiro doutor em Jornalismo titulado por uma universidade brasileira (1973) e docente-fundador da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

Além disso, era docente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Universidade Metodista de São Paulo, sendo titular da Cátedra Unesco de Comunicação para o Desenvolvimento Regional e diretor-responsável da Revista Brasileira de Ciências da Comunicação. O homenageado também foi autor de dezenas de livros de jornalismo e comunicação que se tornaram referência para a área. Ele faleceu em 20 de junho de 2018.

jornalismo jornalismo científico josé marques de melo

Veja Também

Comentários