NÃO É GRAVE

Policial militar baleado em Porto Calvo continua internado no HGE

Ele foi alvejado por um tiro no pescoço no dia 30 de agosto

POR: Maurício Silva
Policial militar foi baleado em Porto Calvo
Instagram

O policial militar da reserva Paulo Valentim dos Santos, de 51 anos, continua internado no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, e seu estado de saúde considerado estável. O PM está internado desde o dia 30 de agosto, quando foi baleado durante um assalto em Porto Calvo, na região Norte de Alagoas. O quadro clínico não é considerado grave.

Ele passou por um processo cirúrgico no HGE e a cirurgia foi considerada um sucesso para a retirada do projetil que ficou alojada no tórax. Paulo Valentim deu entrada na área vermelha trauma do HGE e o tiro no pescoço causou lesão no esôfago. A unidade hospitalar comunicou que ainda não tem previsão de alta.

No dia do ocorrido, o militar foi atendido no Hospital Municipal São Sebastião, em Porto Calvo, mas devido ao grave estado de saúde da vítima, ele teve que ser transferido para a Unidade de Emergência na capital alagoana. Ele chegou em Maceió em uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O crime
Dois suspeitos chegaram em uma motocicleta e anunciaram um assalto em um estabelecimento comercial dos familiares da vítima, localizado às margens da rodovia AL 465, em Porto Calvo. Ao perceber a ação, o militar apareceu e os criminosos acabaram atirando contra ele.

Suspeito morto e outro ferido
Um dos suspeitos de atirar no PM acabou morto na tarde daquele dia 30, durante suposto confronto com militares do 6º Batalhão da Polícia Militar (6º BPM). Bruno, como era conhecido o jovem, chegou a ser encaminhado para o Hospital de Porto Calvo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O outro acusado, identificado apenas como “Pequeno” foi preso e está na Delegacia Regional de Matriz de Camaragibe.

Paulo Valentim Policial baleado Porto Calvo

Veja Também

Comentários